segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Luz

Existe algo bem além de tudo que se sente
Tudo que se julga
Brilha
Buscando um toque que lhe seja sútil
Uma flor de brancura, candura.
Pura...
Viaja em dimensões paralelas encontrando isso
Verossimilhanças, uma mulher doce, criança.
Olhar que tudo percebe nada se perde
Imagem
Cor
Ausência do escuro
Beijo movimentado em bis
Borboletas vermelhas, amarelas, azuis.
Dançam em volta de algo que lhe seduz
Sussurra e respira apressadamente
Arqueja os quadris e extasia o gozo
Transportando-se pra dentro de um mundo
Onde todo sentimento é intenso e todo seu.
Onde o pudor lhe faz mais linda e única.
Um lugar de sonhos onde a fantasia é melhor
Supera o real
É inquestionável, luxurioso
Com um desejo espiritual.
Acompanho esses movimentos em total sincronia
Sendo pra mim assim tão bom?
Jamais esqueceria...
Os gemidos e fluidos, prazer sem ruídos.
Pequena boca
Onde me perco num universo de galáxias e sóis
Que iluminam minha alma, meu ser meu ter.
Para logo em seguida encontrar nos caminhos
Nos teus braços
Anos luz de distancia de qualquer tristeza
Qualquer medo
Sem duvidas...

Manoel Pacífico

Um comentário:

ddi discagem direta interestelar disse...

C-O-L-A-G-E-M ...isso ficou lindo.