segunda-feira, 11 de julho de 2011

Verônica

Felicidade que tenho e sinto
Sou fiel nem minto, visualizando o sol.

Tenho no espirito a vontade de dar voltas e voltas
Da minha pele coberta ou nua, me vejo só me vejo tua
Luz, trevas disciplina de diferenciar em cada humor.

Minha vida tem vários espectros e não somente uma cor.
Cubro em véu, desço do inferno ao céu.
Beijo chocolate ,tinta e criança
Quantos movimentos nessa dança.

Descanso numa nuvem de um sonho que ainda não durmi
Acordado e lúcido de inebriações sem torpor ou amor
Negra mulher de muitas vontades de muito anseios
Coisas profanas desejos.

Beijo incompreensível invisível
Canção de notas concisas, harmônica.
Mulher possível
Em ser Verônica...

Nenhum comentário: